segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Relacionamento sério: método infalível para aumentar o pênis


É verdade: a maioria das mulheres tem um quê de mocinha que vai verificar o barulho no porão. Não adianta. Tateamos no escuro com o coração acelerado, torcendo para que seja um alarme falso.

Há um tempo, tive a curiosidade de ver o último número discado no celular de um namorado, e lá estava: uma ligação de 20 segundos para 9876-5432, exatamente no horário em que ele chegou na minha casa. Peraí...quer dizer que ele desligou o telefone com pressa assim que eu abri a porta? Eu lembro que ele estava com o celular na mão! Ou não? Não importa! A quem ele estava avisando sobre seu paradeiro? Quero saber quem é essa sirigaita! (porque me baixa um sentimento cangaceiro nessas horas)

Muitos "QUE PORRA É ESSA, GUILHERME?!" depois, e ele me explicou que o número era aleatório, coisa de teclado touch dentro do bolso. Morrendo de vergonha, mas ainda com alguma dignidade, disquei o número (ah é?! ah é?!). É, os 20 segundos só informavam que o tal não existia. Meu namorado estava tendo um caso com a Claro.

Ensaiamos alguma culpa quando esses episódios acontecem, mas sabemos que internamente pisca o alerta "não foi desta vez". Detestamos o ditado "quem procura, acha".

Homem comprometido vira garanhão. Toma conhecimento de vadias que jamais imaginou ter e tem a péssima ideia de contra-argumentar "Mas a Carlinha? Não, amor, ela é minha amiga, estudou comigo no...", até ser interrompido por "não defenda essa piranha pra mim!".

Ciumentas do meu Brasil, só é amor se disser "Vai! Vai lá com ela!"?

Um comentário:

Felipe C. Novaes disse...

Minha namorada precisa ler uns posts aqui...auhsauhsua